Etiquetas

,


SUPERTAÇA COMPAL EM LISBOA

A formação angolana do 1.º de Agosto derrotou o Benfica, por 95-89, após prolongamento (78-78 no final do tempo regulamentar), em partida que abriu a segunda jornada da edição 2 da Supertaça Compal, prova que reúne no Campo Pequeno, em Lisboa, os campeões e os vencedores das taças nacionais de Portugal e Angola.

Apesar de ter chegado a ter 10 pontos de vantagem no último período, os encarnados deitaram tudo a perder quando, a 10 segundos do termo do embate, ofereceram – numa reposição lateral – uma posse de bola aos angolanos que, com essa hipótese, lograram empatar o encontro. Sérgio Ramos, em cima da buzina, tentou um lançamento triplo, mas falhou.

Nos 5 minutos suplementares, disputados com grande intensidade, os angolanos foram mais certeiros, enquanto a formação orientada por Henrique Vieira voltou a cometer alguns erros que acabaram por ser fatais.

Com esta segunda derrota, o Benfica já não pode revalidar o título conquistado a época passada em Luanda. Já o 1.º de Agosto ainda sonha com a obtenção do troféu.

A segunda jornada da competição completa-se com o embate entre FC Porto e Libolo.

Sob arbitragem de Luís Lopes, Fernando Rezende e Francisco Tandu, as equipas alinharam e marcaram:

1.º de Agosto (95): Armando Costa (2 pontos), Mário Correia (7), Joaquim Gomes (11), Felizardo Ambrósio (22) e Carlos Almeida (21). Jogaram ainda Hélder Ortet (13), Adolfo Quimbamba (-), Miguel Lutonda (7) e Karlton Mimms (12).

Benfica (89): Diogo Carreira (12),Heshimu Evans(2), Sérgio Ramos (12), Gregory Jenkins (2) e Ekjersey Viana (-). Jogaram ainda António Tavares (21), Michael Williams (24), Rodrigo Mascarenhas (8) e Miguel Minhava (-), Carlos Ferreirinha (-) e Elvis Évora (8).