Tags

, , ,


Mande o seu conto para brunomamaro@hotmail.com com o titulo “Meu Conto” confidencialidade total

Vota agora ou depois de ler o conto, mas vota. É SECRETO

Vota INCESTO qual a sua opinião? escolha as várias opções e vota de uma vez

SE VOCE CHEGOU ATÉ AQUI, É POR QUE ESTÁ CONSCIENTE DO SEU ACTO

Autor: Loba

Data: 29/06/2011 14:41:53

O calor não havia maneira de abrandar .Em trajes minúsculos, para serem arejados…kkkk,fui à geladeira e vi que não tinha sumos frescos e dirigi-me ao anexo onde está lá um estudante hospedado, pois sei que a geladeira dele, está sempre atolada de sumos , águas, etc.

Bati na porta e como ninguém respondeu ,entrei.

Pensei que ele estivesse dormindo,mas não,estava na outra varanda, estirado na rede, com seu note book e só quando me aproximei dele para o cumprimentar com um beijo inocente é que vi que ele estava nú, com um pauzão que dava para pendurar minha roupa e vendo um video em que uma tipa enfiava o gargalo de uma garrafa cona acima.

Meu Deus, que tesão que aquilo me deu.

Ele não tirava seus olhos brilhantes do meu corpo quase desnudado e dando-me o note book, começou a se punhetar de uma de tal forma convidativa que, não resisti e meti minha boca em seu cacete.

Aquela coisa era tentadora e de tanto chupar aquela cabecinha, de tanto lamber seu saco, gosou em minha boca, sem dar tempo a mais nada.

Saltou da rede e puxou-me para si ,começando a beijar-me desde as orelhas, coisa que me dá muito tesão,passando pelos mamilos que quase eram arrancados pela sua voracidade.

Não aguentei mais e comecei a me esfregar, bem gostoso, devagarinho, dando-lhe meus dedos a lamber para ele conhecer meu sabor.

Eu esquecera totalmente o motivo que ali me levara e só me lembrei por que era, quando ele me disse:

_Anda, vamos a cozinha buscar uma garrafa.Quero-te ver a enfiar o gargalo buceta acima.

Nada que eu nao tivesse pensado já,mas meter o gargalo de uma garrafa dentro de minha buceta, estava fora de questão, pois tinha medo que se partisse.

Percebendo minha hesitação, disse-me ao mesmo tempo que enfiava seus dedos em minha coninha quase afogada em meu mel:

-Ando, vais gostar.

Dizendo isto, passou para tras de mim e roçou seu pau por meu traseiro e depois, desviando-me o pouco tecido dos shortinhos de dormir, entalou seu cacete em minhas nádegas.

A idéia agradou-me e lá fomos nós .

Seu cacete cada vez parecia ser maior e meu cú latejava de desejo de o receber.

Ajoelhando-se diante de mim, abriu minha buceta e começou a passar sua lingua em minha coninha,mordiscando meu grelinho, levando-me quase à loucura

No banheiro havia um espelho enorme e uma cadeira

Puxou-me para si e sentou-me naquele pau enorme e grosso, que estava rebentando de tanto tesão .

Apetecia-me cavalgar naquele cacete até gozar,mas ambos queriámos gozar quando eu tivesse o gargalo da garrafa enfiado em minha coninha..

Fiquei quase deitada para trás e aos poucos enfiei aquele gargalo de garrafa cona acima.

Era danado de bom, em tudo superior aos penis de borracha, dedos,linguas.

Ele apertava meus seios com uma mão e com a outra…apertava meu grelinho.

Gritei:

-Vou gozar…..ui…ui…..Tou gozando

E dizendo isto,senti meu cú todo invadido de porra quente e gostosa.

Foi a siririca que bati em toda a minha vida.

Nem mesmo quando meto uma pedra de gelo em minha coninha ou esfrego meu grelo com uma , me dá tanto gozo.

Excusado será dizer que a proeza se repetiu e parece nunca ser igual, tal é o tesão que dá.
Vote nas suas Fantasias Sexuais e pode escolher em varias de uma so vez e votando varias vezes, clique

Mande o seu conto para brunomamaro@hotmail.com com o titulo “Meu Conto” confidencialidade total