Tags

, , , , , , ,


Bruno Space Painel de Debates

Foto de arquivo (foto AP)

Por Redação

Alice Nkom, advogada dos Camarões, recebeu um prémio da Amnistia Internacional pelo trabalho realizado, durante uma década, ao serviço da defesa dos direitos dos homossexuais em África.

«Ser gay nos Camarões é como estar no inferno», disse Alice Nkom à BBC, depois de receber o galardão em Berlim, na Alemanha.

Nkom dedicou parte da sua carreira a defender pessoas acusadas de prática de homossexualidade.

Apesar das constantes ameaças por parte do governo camaronês de que poderia ser presa pelo seu trabalho, a advogada, de 69 anos, manteve-se na senda da defesa dos direitos dos homossexuais.

  Clica aqui Últimas Notícias