Tags

, , ,


Bruno Space Painel de Debates

Aviso dado pelo primeiro-ministro ucraniano, Arseni Iatseniouk (foto AP)

Por Redação

O primeiro-ministro ucraniano, Arseni Iatseniouk, lançou o aviso à Rússia de que qualquer nova tentativa de anexação resultará numa ofensiva militar contra Moscovo.

O clima de tensão na Crimeia entre a Ucrânia e a Rússia ganhou novos contornos com o aviso oficial de Kiev a Moscovo. Iatseniouk lançou a ameaça em Bruxelas, citado pela agência AFP: «Responderemos firmemente e com recurso a meios militares a qualquer tentativa de atravessar a fronteira das tropas russas ou de anexação das regiões do leste ou outras.»

O ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, já fez saber que não há planos de invasão do leste ucraniano, em conversa telefónica com o homólogo norte-americano, Chuck Hagel.

Ucrânia pede ação à comunidade internacional

Arseni Iatseniouk pediu ainda ao Ocidente que responda aos atos russos: «A Rússia violou o direito internacional e minou o acordo de não-proliferação nuclear. A Rússia fez um assalto à mão armada de um país vizinho independente. O Ocidente deve dar uma resposta adequada.»

«Há um preço a pagar pela estabilidade mundial. Há duas formas: com vítimas ou com euros e dólares. É melhor sacrificar os euros e os dólares do que chorar milhares de mortos numa guerra sangrenta», lembrou o primeiro-ministro da Ucrânia.

  Clica aqui Últimas Notícias