Tags

, , , , , , ,


Bruno Space Painel de Debates

Miranda Barbour after her arrest in the November 2013 slaying of Troy LaFerrara.

Por Ralph Ellis, CNN

(CNN) — Uma jovem de 19 anos de idade, acusada de ter morto um homem na Pensilvânia, encontrou-se com Craigslist e deu a segunda entrevista à partir da cadeia, e deu detalhes mais específicos acerca dos outros homicídios que ela diz ter cometido.

Miranda Barbour disse ao the Daily Item newspaper of Sunbury, Pennsylvania, que ela matou um homem em Big Lake, no Alaska; em Mexico Beach na Florida; e Raleigh na Carolina do norte.

Na primeira entrevista, em meados de Fevereiro, que ela deu ao repórter do Daily Item ela disse ter morto pelo menos 22 homens nos últimos 6 anos em todo o país, mas não forneceu dados sobre a localização específica de tais homicídios.

O chefe da Polícia de Sunbury, o Comandante Steve Mazzeo, disse que já passou tais informações para outras jurisdições, ou seja, para outros colegas de outros Estado.

“Eu não estou a dizer que acredito ou não,” disse Mazzeo no domingo.

A CNN está buscando uma resposta das autoridades responsáveis ​​pela aplicação da lei nessas três cidades.

A Polícia de Sunbury responsabilizou Miranda Barbour e o seu marido, Elytte Barbour, de 22 anos, em um morte em Novembro de 2013, por esfaqueamento e estrangulamento de Troy LaFerrara, de 42 anos, em seu próprio carro. Eles contactaram com ele através de um anúncio de companheirismo, disse Craigslist à Polícia.

Os investigadores rastrearam o casal através do número de telefone encontrado no telefone do LaFerrara, a vítima.

Segundo a polícia, o casal só queria matar alguém junto pela a emoção. Eles estavam casados ​​há apenas três semanas, no momento do assassinato e haviam se mudado da Carolina do Norte para a Pensilvânia depois de dar o nó.

Após a primeira entrevista de Miranda Barbour, as autoridades disseram que não tinham corroborado com qualquer de suas reivindicações, incluindo as declarações de que ela estava envolvida em satanismo.

“Eles estão à procura de corpos cheios”, disse Miranda Barbour ao Daily Item na segunda entrevista. “Eles não vão encontrar nenhum. Mas eles vão encontrar partes do corpo” de fugitivos e indivíduos que ela descreveu como as pessoas ruins em Big Lake e México Beach. Ela disse ao jornal que ela jogou o corpo na estrada interestadual nº 95 em Raleigh, mas não deu outros detalhes.

Seu advogado, Edward Greco, disse à CNN no domingo que não tem nenhum comentário.

Na entrevista recente, disse Miranda Barbour ao Daily Item que outros dois homens responderam ao seu anúncio de companhia, mas nunca apareceram para conhecê-la.

“Eu tentei algumas vezes, mas nunca funcionou”, Disse Miranda Barbour ao Daily Item, referindo-se ao plano do casal para matarem alguém juntos. “Eu sabia que íamos fazer isso desde o dia em que nos conhecemos, e nós tentamos, mas os outros simplesmente não apareceram.”

Fonte CNN
Bruno Amaro

  Clica aqui Últimas Notícias