Tags

, ,


Bruno Space Painel de Debates

Outras 85 estudantes continuam com paradeiro desconhecido.

Sequestro aconteceu supostamente pela milícia radical islâmica.

Da EFE

Quarenta e quatro meninas foram libertadas após serem sequestradas supostamente pela milícia radical islâmica Boko Haram na segunda-feira passada em uma escola de Chibok, no nordeste da Nigéria, enquanto outras 85 estudantes continuam com paradeiro desconhecido, informaram as autoridades do país.

Nas últimas horas 14 meninas conseguiram escapar de seus sequestradores por isso que, junto às 30 estudantes que fugiram na quinta-feira passada, o número de menores libertadas é de 44, explicou o comissário de Educação do Estado de Bono, Inuwa Kubo, citado hoje pelo jornal local ‘The Punch’.

‘Destas 14 meninas, três estão comigo na Escola Governamental Feminina de ensino médio de Chibok, enquanto o governador do estado, Kashim Shettima, me confirmou que outras 11 meninas escaparam de seu cativeiro’, afirmou Kubo.

Estas meninas, explicou, já retornaram com suas famílias e estão ‘a salvo’.

No total foram raptadas 129 estudantes, e a Nigéria continua com a busca das 85 meninas que ainda continuam desaparecidas após o ataque que as autoridades atribuem ao Boko Haram.

O Exército da Nigéria assegurou na quarta-feira passada que 121 das 129 estudantes sequestradas já tinham sido liberadas, mas ontem se retratou desta informação e admitiu que a maioria das meninas permaneciam retidas por seus sequestradores.

G1

 

Bruno Space Painel de Debates