Etiquetas

, , ,


Sanmay Ved dominou, por alguns minutos, o maior domínio do mundo. E por pouco mais de 10 euros. Avisou o departamento de segurança e foi-lhe oferecida uma recompensa. Mas quis o dinheiro noutro lado.

Sanmay Ved comprou a Google.com por pouco mais de 10 euros. Mas o que fez a seguir nem Robin Hood o faria

Getty Images

Autor

 

Sanmay Ved, um estudante do estado americano do Massachusetts, foi um dos homens mais poderosos do mundo por alguns momentos. Isto porque foi dono, por meia dúzia de minutos, do maior e mais poderoso domínio do planeta.

No fim de setembro, Sanmay tornou-se dono da Google.com. E pagou 12 dólares (10 euros e meio) por isso, conta o Huffington Post. Segundoescreveu o próprio no site LinkedIn, nem ele acreditava que uma situação dessas era possível: “Eu estava à espera que aparecesse um erro a dizer que a transação não podia continuar, mas pude completar a compra, e até foi cobrado o valor no meu cartão de crédito!”

Como é possível, pergunta? Ved explicou que estava a tentar saber mais sobre o interface da Google, no próprio motor de pesquisa, até que ao clicar nas ferramentas aí disponibilizadas verificou que o endereço google.com estava à venda.

AAEAAQAAAAAAAAS3AAAAJDU2YjFlMDBkLWI3Y2UtNGYzZi1iMTlkLWFhYmViODljOTZjMw

Mas Ved fez o que seria impensável para muita gente. Em vez de “ocupar” o site com imagens ou textos, preferiu avisar imediatamente o departamento de segurança da Google, pelo que a sua transação foi cancelada.

No entanto, como a empresa tem um Programa de Recompensa que premeia as pessoas que encontrem falhas no sistema do motor de busca, foi oferecido uma compensação monetária a Sanmay, como declarou um porta-voz da empresa ao Huffington Post.

Só que este rejeitou o dinheiro. Em vez disso, pediu ao gigante da internet para dar a recompensa à Fundação Arte de Viver da Índia. E a Google não fez a coisa por menos: dobrou o prémio e entregou-o à instituição. Ved não chegou a ter de roubar aos ricos para dar aos pobres para, no fundo, ter sido Robin Hood por uns minutos.

Notícia corrigida às 00h30.

Proponha uma correção, sugira uma pista:
observador@observador.pt

 

Bruno Space Painel de Debates

Clica aqui Últimas Notícias