Etiquetas

,


Samia Shahid havia fugido de um casamento forçado no Paquistão

Samia Shahid e Syed Mukhtar Kazam, com quem se casou na Inglaterra / Reprodução/FacebookSamia Shahid e Syed Mukhtar Kazam, com quem se casou na InglaterraReprodução/Facebook

Samia Shahid, de 28 anos, fugiu do Paquistão após ser forçada a casar com um primo. A jovem mudou-se então para a Inglaterra, onde se casou com Syed Mukhtar Kazam.

A família de Shahid, porém, jamais aceitou o fato de ela ter fugido do casamento e a fez pagar com a própria vida o que é considerado um crime de honra em seu país natal.

A história com desfecho trágico tem detalhes perturbadores. A polícia do Paquistão, que investiga o caso, descobriu que a própria mãe da jovem, além de sua irmã, armaram uma armadilha para atrair Samia de volta ao país.

As duas disseram para a vítima que o pai estava muito doente, à beira da morte, e pediram que ela retornasse.

Shahid foi estuprada, dopada e morta por estrangulamento. Mohammad Shakeel, o primeiro marido da Samia – com quem ela foi obrigada a se casar, assumiu ser o autor do assassinato, e alegou ter agido para honrar a família.

O pai da vítima, Mohammad Shakeel, também está envolvido. Junto com a mãe e a irmã de Samia, ele será acusado de ser cúmplice do crime.

Band Tv